E se acordássemos já maquilhadas?

Imaginem umas sobrancelhas, lábios ou olhos já maquilhados assim que saem da cama. Parece um sonho, não é? Mas é possível através da Dermopigmentação.

Quem usa Instagram ou Facebook já se deve ter cruzado com a página da Giovana Lima, especialista em Dermopigmentação com várias certificações internacionais e responsável por sobrancelhas de meninas como a atriz Mariana Monteiro, a blogger Mafalda Sampaio (Maria Vaidosa) e agora a nossa Brunette, Nay.

A Dermopigmentação, como o nome indica, é uma técnica em que é colocado pigmento na camada superior da derme, e cujo objectivo é assemelhar-se o mais possível ao efeito da maquilhagem tradicional. Assim, as sobrancelhas parecem preenchidas por sombra, os olhos ficam com eyeliner “permanente” e os lábios ganham cor e vida como se tivessem batom.

Como maquilhadora e assumidamente viciada em produtos e tratamentos de beleza, não resisti a colocar-me nas mãos da Giovana e em tornar-me numa #DivadaGi. Fiz as sobrancelhas há mais de um ano e os lábios há cerca de 9 meses. Nem vos digo o jeito que dá não ter de maquilhar as sobrancelhas todos os dias! Como tenho uma pele muito clara, os meus lábios têm tendência para ficar roxos com o frio ou até com um tom mais apagado – com a dermopigmentação ganharam um tom tão saudável e um contorno tão bonito que estou constantemente a receber elogios. Só preciso de colocar um hidratante ou um gloss e já parece que tenho batom!

A Gi (nome carinhoso pelo qual é conhecida) adapta sempre o design a cada cliente, sugerindo o que fica mais natural – aqui não há designs predefinidos e “imitações” de sobrancelhas ou lábios de celebridades.

É feita uma análise de visagismo detalhada, é explicado o procedimento, os cuidados a ter, a duração do mesmo. No caso das sobrancelhas, dependendo do tipo de pele de cada cliente, os resultados são óptimos até cerca de 1 ano (e normalmente é feita uma sessão de manutenção após o periodo de cicatrização). Os lábios e os olhos têm uma duração maior, podendo ir até 2 anos.

A Gi usa um aparelho chamado dermógrafo que é quase como uma caneta de tatuador, que deposita o pigmento na nossa pele. Antes é aplicado um creme anestesiante, para garantir que não há dor. Depois é só cumprir com os conselhos dados pela especialista e arrasar! De notar que, na fase de cicatrização, é perfeitamente normal a zona ganhar umas pequenas crostas, que irão começar a descamar. O pigmento tem tendência a ficar cerca de 30 a 40% mais claro, daí que nos primeiros dias pareça muito intenso, mas nos dias seguintes vá suavizando até um resultado perfeito.

Então e qual a diferença entre a dermopigmentação das sobrancelhas e o microblading, tão em voga? A principal diferença é que, no caso do microblading, são feitos pequenos cortes com uma lâmina super fina (daí o nome blading – blade significa lâmina em inglês) e só depois aplicado o pigmento. Essa técnica imita o fio-a-fio ou os pêlos das sobrancelhas. No caso da dermopigmentação o efeito é de sombra, é mais suave, e a forma como é aplicada também não é tão dolorosa ou agressiva. A Giovana Lima só faz Dermopigmentação.

E agora, quem ficou com vontade de se tornar numa #DivadaGi e fazer parte do grupo das mulheres com sobrancelhas, olhos e lábios maravilhosos?

Joana Riachos
Joana Riachos

A Joana é formada em jornalismo, trabalhou em televisão e imprensa e desde cedo se viu rodeada de maquilhagem e produtos de beleza, que a fascinam. Fez parte da equipa das revistas Women’s e Men’s Health Portugal, trabalhou em vários programas da RTP2 e RTP Internacional e apresenta galas e eventos corporativos. Foi aprendendo com as melhores maquilhadoras e editoras de beleza portuguesas e procurando sempre mais informação em blogs, sites e canais de Youtube internacionais.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.